Comissão de parlamentares sobralenses visitou hoje (19/06) o CIOPS de Sobral.

Publicado em: 19/06/2017

          Uma comissão de parlamentares sobralenses visitou hoje (19/06) o CIOPS / Sobral. Integraram a comissão: O presidente da Câmara Municipal de Sobral – Vereador Paulo César Lopes Vasconcelos, acompanhado dos vereadores: Rogério Arruda, Alessandra Ponte, Romário Araújo, Sargento Ailton, Cleiton Prado, Giu Vasconcelos, Camilo Motos, Compady Bony e Tiago Ramos, bem como, o chefe de gabinete da presidência - Luciano Vasconcelos, o Diretor Geral Ivanildo Portela, e o assessor de comunicação social - José Ribamar Costa Filho. 

          Na oportunidade o vereador Paulo Vasconcelos disse: “eu e os demais vereadores estamos gostando do trabalho dos 80 profissionais do CIOPS de Sobral. Estamos lutando pela continuidade desse trabalho; é necessária a ampliação do número de seus servidores. Agradeço o trabalho do CIOPS em virtude do momento difícil que a segurança pública atravessa em relação à violência”.

           A comissão esteve reunida com o Diretor Geral Major Carlos Eduardo Sousa e do coordenador Julif Guedes para discutir a segurança em Sobral. Segundo repassou o coordenador que a cidade de Sobral foi contemplada, sendo a pioneira no interior do estado do Ceará, com o mais moderno sistema de comunicação de rádio “TETRAPOL”. Frisou que não existe nem em Juazeiro do Norte. O sistema só existe em Fortaleza.

          Já em relação a segurança de trânsito foi repassado que o vídeo monitoramento tem como prioridade inicial a maior fluidez do trânsito tornando o sistema viário mais seguro. Serão ainda observados a contramão em direção, estacionamento sobre calçadas, estacionamentos em locais proibidos, conversões proibidas, não deixando que os carros fechem os cruzamentos, proibir estacionamentos sobre as faixas de pedestres e trafegar nas ciclo faixas. O mesmo reafirmou que as câmeras não filmarão os interiores dos veículos. O sistema de videomonitoramento não fará a fiscalização de documentos dos veículos e habilitação dos condutores, e, também em relação ao cinto de segurança e uso de celulares não serão ainda multados, salvo os casos de extremo desrespeito à legislação vigente.

Matéria: Edmar Rodrigues, assessorado por: Diogo Silva e Thomás Sousa.

Publicação: Edmar Rodrigues (Diretor DTI).

Baixe o nosso aplicativo para iOS e Android.